Post Principal

Sialorréia na gravidez pode causar incômodos. Descubra como tratar

sialorréia na gravidez

Alguns sintomas de que a mulher está grávida são clássicos, como é o caso do enjoo e da ausência da menstruação. Mas, além desses exemplos, um dos primeiros indícios pode ser a sialorréia na gravidez.

Essa é uma condição que se manifesta pelo excesso de salivação. Em grávidas, tende a ser passageira e não causar prejuízos à mãe ou ao bebê. Contudo, é importante ficar de olho, caso os sintomas não passem.

Entenda por que é comum o excesso de saliva na gravidez

O corpo humano tende a produzir de 500ml a 2l de saliva por dia. Quando produzimos a quantidade normal, nem percebemos que ela está ali. Mas se a produção de saliva for excessiva, pode causar incômodo.

Há vários motivos para que haja a produção excessiva de saliva. Um deles é o enjoo que muitas mulheres sentem, sobretudo nos primeiros meses de gestação.

Geralmente, o sintoma começa na segunda semana e pode durar até três meses. Isso acontece por causa das alterações hormonais que são comuns no corpo da mulher nesse período.

Sialorréia na gravidez não representa um problema

Muitas mães se preocupam com a sua saúde e com a do bebê quando acontece a sialorréia na gravidez. No entanto, não há motivo para isso.

Afinal, a saliva mantém a boca limpa e equilibra o pH. O líquido também ajuda na mastigação e na fala, por exemplo.

E como é uma condição passageira, a sialorréia na gravidez não costuma causar maiores prejuízos às mulheres.

Saiba o que fazer em caso de sialorréia na gravidez

Fazer um acompanhamento com obstetra é uma regra básica para as futuras mamães. Mas o que muitas desconhecem é a importância de visitar um dentista na gravidez.

A começar pela sialorréia, mesmo não sendo exatamente um problema, o dentista pode orientar sobre algumas medidas que alivem os sintomas. Afinal, eles podem deixar a mulher desconfortável e até envergonhada quando em público.

Além disso, enjoos e vômitos recorrentes podem causar problemas à saúde bucal. Sem falar que as alterações hormonais facilitam o surgimento de condições como a gengivite. Caso não seja tratada de forma adequada, ela pode evoluir e até causar prejuízos ao feto, incluindo parto prematuro.

Portanto, é fundamental manter o acompanhamento com um dentista mesmo durante a gestação. Assim, é possível garantir a saúde da mãe e do bebê.

0 comentário em “Sialorréia na gravidez pode causar incômodos. Descubra como tratar

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: