Post Principal

Reabsorção radicular interna pode ser reversível. Entenda

reabsorção radicular interna

A reabsorção radicular interna é um problema bucal que costuma assustar. Afinal, uma das consequências mais graves é a perda do dente.

Isso porque há o encurtamento da raiz do dente. Sem a sua sustentação, ele ganha mobilidade e pode sim cair.

Porém, a boa notícia é que a reabsorção radicular interna pode ser revertida, ao contrário da externa. Entenda melhor nas linhas a seguir e saiba como é o tratamento.

Como acontece a reabsorção radicular?

Antes de entender melhor sobre esse tipo específico de reabsorção radicular, é importante conhecer esse processo, que consiste na perda do volume do osso que sustenta o dente (raiz).

Isso pode acontecer por diferentes motivos internos e externos, como veremos mais à frente. Em ambos os casos, as consequências são as mesmas: o dente ganha mobilidade e pode cair. Em alguns casos, também há dor e inchaço. 

Contudo, é importante ressaltar que esse não é um processo comum em adultos. Já em crianças, acontece de forma natural quando chega a hora de trocar os dentes de leite.

No entanto, no caso dos pequenos, há um dente permanente prontinho para nascer no lugar que vagou, o que não acontece no caso de adultos.

Saiba o que causa reabsorção radicular interna

Como mencionamos, a reabsorção radicular pode ser interna ou externa. Quando ela é externa, as causas tendem a ser fatores como traumas ou o excesso de pressão exercida pelo aparelho ortodôntico, por exemplo.

Já a interna tem sua causa dentro do elemento. Geralmente, é uma consequência da doença periodontal, que é uma inflamação que acontece quando a gengivite não é tratada corretamente. 

Como é o tratamento?

A resposta é sim! Isso porque, ao contrário da externa, a reabsorção radicular interna é considerada reversível.

Para isso, o paciente precisa passar por um tratamento endodôntico, em que o dentista remove a área afetada e trata a região para recuperar o dente.Contudo, se houver a perda do dente, uma das soluções pode ser o implante ou a prótese dentária, por exemplo.

0 comentário em “Reabsorção radicular interna pode ser reversível. Entenda

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: