Post Principal

Placa de bruxismo de silicone: saiba quando é indicada

Ranger e apertar os dentes durante o sono estão entre os principais sintomas do bruxismo. Para tratar esses sinais, o mais indicado costuma ser o uso de dispositivos miorrelaxantes. No entanto, algumas pessoas fazem a compra ou o uso de forma indiscriminada, sem consultar um dentista. Nesses casos, a preferência tende a ser pela placa de bruxismo de silicone, que pode ser mais confortável de usar, mas trazer problemas se não for o modelo ideal.

E é preciso ter muito cuidado, pois os casos de bruxismo aumentaram por causa da pandemia do novo coronavírus. É que essa crise aumentou o estresse e a ansiedade na população como um todo, e esses problemas psicológicos estão entre os motivos do aperto ou ranger de dentes de forma involuntária.

Portanto, antes de comprar uma placa de bruxismo de silicone, usar algum dispositivo comprado em farmácia, ou que você já tenha em casa, tire suas dúvidas nas linhas a seguir e, claro, não deixe de conversar com um profissional.

Saiba quando a placa de bruxismo de silicone tem indicação

De maneira geral, a placa de bruxismo ajuda a relaxar a musculatura e impedir o atrito entre os dentes. Dessa forma, é possível evitar dores no maxilar e na cabeça, além de rachaduras ou quebras nos elementos.

Os casos crônicos do distúrbio são os mais comuns. E o dispositivo mais adequado para essas situações é o rígido, de resina acrílica. Além de ser mais duradouro e ideal para uso por longos períodos, esse modelo ajuda tanto no ranger quanto no apertar os dentes.

Entretanto, algumas pessoas desenvolvem o bruxismo cêntrico, ou seja, em que há apenas o apertamento de dentes, com ausência de ranger. E é justamente para esses casos que a placa de bruxismo de silicone tem indicação. 

Porém, o diagnóstico desse tipo de bruxismo é mais difícil, o que justifica o fato da placa de bruxismo de silicone ser pouquíssimo indicada por especialistas. Até porque, com o uso inadequado, ela pode furar ou desgastar rapidamente, além de não estabilizar a musculatura.

Tratamento do bruxismo vai além do uso da placa

Como citamos no início do texto, o bruxismo geralmente tem fundo emocional. Portanto, ao procurar um dentista e começar a usar uma placa de bruxismo de silicone ou acrílico, você vai estar prevenindo problemas com seus dentes, além de evitar dores.

O que também pode ajudar é a aplicação de toxina botulínica, que consegue travar a musculatura, impedindo os movimentos involuntários. Essa geralmente é uma boa solução para os casos de bruxismo diurno, pois o botox age o tempo todo, ao contrário da placa.

Contudo, para deixar – ou reduzir a frequência – de ranger ou apertar os dentes, você precisa tratar a causa desses sintomas. Sendo assim, o ideal é procurar por ajuda psicológica ou psiquiátrica. Além disso, outros métodos podem entrar na rotina para aliviar a ansiedade e o estresse.

Entre eles estão a prática de exercícios físicos. Meditar, ouvir música ou realizar outra atividade relaxante também pode ajudar a aliviar a tensão e, consequentemente, os sinais de bruxismo.

0 comentário em “Placa de bruxismo de silicone: saiba quando é indicada

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: