Post Principal

Piercing no smile pode oferecer riscos à saúde bucal? Descubra!

O piercing no smile, ou seja, no freio labial superior, é uma opção cada vez mais comum para enfeitar o sorriso, principalmente entre jovens e adolescentes. No entanto, o que nem todo mundo sabe é que esse tipo de adorno na cavidade bucal pode causar problemas à saúde.

Basicamente, o piercing no smile é colocado em uma pele bem fina entre o lábio e a gengiva. Sem falar que fica na parte interna da boca. Por essa descrição, você já deve imaginar que se trata de uma área delicada. 

Portanto, é preciso ficar de olho nos problemas que o piercing no smile pode causar e se prevenir para evitar complicações. Entenda mais a seguir.

Afinal, piercing no smile faz mal?

A cavidade bucal é naturalmente cheia de bactérias. Portanto, é alto o  risco de haver infecção com um piercing no smile ou em outra região próxima, como na língua. 

Basicamente, o piercing no smile é constantemente pressionado contra a gengiva. Isso acontece, principalmente, ao falar e mastigar. O movimento causa um trauma que é contínuo, mas de baixa intensidade.

Com isso, o organismo tenta se defender. E é aí que começa a chamada reabsorção óssea. Aos poucos, o elemento vai perdendo a sua sustentação, pode ficar mole e cair. E lembre-se: estamos falando dos dentes da frente.

Além da periodontite, a gengiva também pode sofrer danos, pode haver mau hálito, mudança na coloração do dente e até necrose na polpa, levando à necessidade de um tratamento de canal. Se houver inflamação, até o coração pode ser afetado, na chamada endocardite bacteriana. Nesse caso, a causa da doença são os microrganismos que caem na corrente sanguínea.

Saiba o que fazer em caso de problema com o piercing no smile

Se você perceber algum problema com o piercing no smile, procure um dentista o quanto antes. Alterações na cor e na textura da gengiva ou dos dentes, dor, inchaço e pus estão entre os sinais de que algo não vai bem.

Faça uma consulta mesmo se você tirar o acessório e notar melhora. É que alguns problemas são silenciosos, como é o caso da necrose pulpar. Aliás, para evitar essa e outras complicações, o ideal é que quem tem piercing no smile mantenha as consultas de rotina rigorosamente com um dentista. O ideal é ir a cada seis meses. Assim, o profissional pode avaliar a saúde bucal e identificar certos problemas logo no início, evitando o agravamento.

Além disso, quem tem piercing no smile deve seguir à risca as recomendações do dentista quanto à higiene. Assim, aumentam as chances de evitar problemas como halitose e infecções.

0 comentário em “Piercing no smile pode oferecer riscos à saúde bucal? Descubra!

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: