Post Principal

Saiba o que fazer em caso de língua geográfica em bebê e criança

língua geográfica em bebê

Pais e responsáveis podem ficar preocupados com os pequenos quando aparecem na língua manchas irregulares, avermelhadas e, em muitos casos, com as bordas brancas. Isso pode ser um sinal de língua geográfica em bebê e criança.

Para começar, não há motivo para se preocupar, porque essa é uma condição benigna, e não se considera como uma doença. Além disso, é comum não apresentar sintomas.

O que é e o que causa a língua geográfica?

A língua geográfica em bebê e criança, assim como no caso de adultos, é uma condição que causa problemas à saúde e não costuma desencadear em sintomas.

A situação ganhou esse nome porque as manchas que surgem se parecem com um mapa geográfico. No entanto, também tem outros nomes como glossite migratória benigna ou eritema migratório. 

Nesse caso, o termo “migratório” é para representar o comportamento da língua geográfica em bebê e criança. Isso porque as manchas podem aparecer e desaparecer, surgindo até em lugares diferentes.

As manchas são resultado da perda das papilas gustativas superficiais. Por isso, não causa perda do paladar

Embora seja uma condição com causas desconhecidas, a língua geográfica em bebê e criança vem sendo associada a alguns fatores, como genética.

Além disso, estresse e ansiedade podem ser fatores que fazem as manchas aparecerem. Outras associações cada vez mais comuns são com alergias, dermatite atópica, psoríase, deficiências nutricionais, alterações na genética ou em hormônios, entre outras.

Entenda os sintomas da língua geográfica em bebê e criança

Não é comum a língua geográfica doer ou causar desconforto. No entanto, pode acontecer de aparecerem sintomas como ardor e desconforto quando são consumidos alimentos condimentados ou ácidos.

Contudo, as manchas na língua também podem representar outros problemas, como alergias. Portanto, ao notar alguma mudança na língua do bebê ou da criança, o ideal é procurar um médico ou dentista o quanto antes.

Língua geográfica em bebê e criança tem tratamento?

Por ser uma condição benigna e não apresentar sintomas, a língua geográfica em bebê e criança não requer tratamento.

No entanto, se houver queixa de dor ou incômodo, é necessário consultar um dentista. Em alguns casos, é possível usar medicamentos para aliviar ou sintomas, ou mesmo usar algum produto, como enxaguante bucal.

Contudo, os pais e responsáveis também precisam ficar de olho na alimentação dos pequenos para observar o tipo de comida que desencadeia os sintomas.

Outro ponto importante é cuidar da saúde bucal. Instrua as crianças sobre como fazer a higiene corretamente e, se necessário, faça a supervisão nesses momentos. No caso das menores, há escova de dente para bebê, mas também dá para usar gaze ou algodão umedecido para limpar a cavidade bucal.

0 comentário em “Saiba o que fazer em caso de língua geográfica em bebê e criança

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: