Post Principal

Gosto ruim na boca: o que pode ser? Entenda as possibilidades

Sentir um gosto ruim na boca gera incômodo e até a sensação de mau hálito. Isso pode deixar as pessoas envergonhadas, com receio de interagir com amigos, colegas de trabalho e familiares.

Na maioria das vezes, essa não é uma condição normal e requer atenção e cuidados. Contudo, o gosto ruim na boca pode ter relação com problemas bucais como gengivite, periodontite ou o acúmulo da placa bacteriana na língua (saburra).

Entretanto, também pode ser em decorrência de outros males que atingem o corpo e até do uso de remédios que deixam a boca seca. Entenda melhor a seguir.

O que pode ser gosto ruim na boca? Veja 9 principais causas

Alguns alimentos podem sim causar gosto ruim na boca, como cebola ou alho. Além disso, ao acordar é comum sentir um gosto ruim na boca, que precisa desaparecer após a higiene bucal. 

Essas causas de gosto ruim não devem preocupar. No entanto, se ele for persistente, é um sinal de alerta. Contudo, pode significar algum problema como:

  1. Falta de higiene bucal;
  2. Gengivite e periodontite;
  3. Candidíase oral;
  4. Tratamentos como radioterapia e quimioterapia;
  5. Consumo de bebida alcóolica em excesso;
  6. Xerostomia (boca seca);
  7. Uso de medicamentos que deixam a boca seca;
  8. Infecções no trato respiratório;
  9. Deficiência de vitaminas.

Saiba como tratar o gosto ruim na boca

Se você está sentindo gosto ruim e já sabe o que pode ser, o ideal é procurar um dentista para ter certeza da causa. Isso porque o tratamento precisa atingir a raiz do problema. 

No caso da placa bacteriana ou da gengivite, por exemplo, é preciso eliminar infecções e microrganismos que causam mau hálito.

Agora, se o problema tiver relação com o uso de algum medicamento, o ideal é procurar o profissional que receitou o remédio para entender se é possível trocar ou mudar a dosagem, por exemplo.

Contudo, você pode tomar algumas medidas para melhorar essa sensação, como usar saliva artificial, não passar muito tempo sem comer, caprichar na higiene bucal e aumentar a ingestão de água.

Outro ponto importante é manter as visitas regulares ao dentista. O recomendado é que seja ao menos a cada seis meses. Assim, o profissional pode realizar a limpeza em consultório que, aliás, tem cobertura de planos odontológicos.

0 comentário em “Gosto ruim na boca: o que pode ser? Entenda as possibilidades

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: