Post Principal

Exodontia: saiba tudo sobre a extração de dentes

O mundo da odontologia é cheio de procedimentos com nomes pouco comuns no dia a dia de muita gente. Um deles é a exodontia, que nada mais é do que a extração de dentes.

Esse é um dos procedimentos mais antigos da odontologia, que acontecia até mesmo antes dessa ser considerada uma ciência. Afinal, nos tempos primórdios, quando um dente estava comprometido por cárie ou alguma infecção, não havia meios de tratar. Portanto, a solução era a exodontia.

Ainda hoje, com o avanço da odontologia, a exodontia causa medo e gera muitas dúvidas nas pessoas. Por isso, nas linhas a seguir você entende mais sobre o assunto e descobre como a extração de um dente pode ser simples! Acompanhe.

Quando a exodontia é necessária?

Há diferentes casos em que um dente precisa ser extraído. Um deles é durante a infância, quando a criança troca os dentes de leite pelos permanentes. Contudo, esse é um processo natural, que acontece com todas as pessoas.

Entretanto, há casos em que adultos precisam extrair um dente, e há vários motivos para isso acontecer, por exemplo:

  • Falta de espaço na boca para todos os dentes. Nesses casos, geralmente a extração é do dente siso.
  • Dente incluso ou impactado, ou seja, que não nasceu e pode causar problemas como infecção e até tumor se não for extraído.
  • Dente que nasceu parcialmente, dificultando a limpeza e aumentando as chances de infecção.
  • Cárie em grande área do dente, impedindo a restauração.
  • Fratura no dente, seja na coroa ou até a raiz, de forma que não seja possível restaurar.
  • Dente com necrose pulpar, em que não seja possível recuperar por meio de tratamento de canal.
  • Quando há dentes a mais (supranumerários ou dentes excedentários).

Vale ressaltar que qualquer dente pode ser extraído, inclusive de leite (decíduo) que ainda não esteja mole. Até mesmo mulheres grávidas podem extrair um dente, principalmente quando há alguma infecção que pode interferir na saúde do bebê. Contudo, é sempre importante consultar o obstetra e o dentista para realizar o procedimento da forma mais segura.

Entenda como funciona extração de dente

A extração pode ser de um dente só ou de vários ao mesmo tempo. No caso da extração do dente siso, por exemplo, grande parte dos dentistas costuma recomendar tirar dois de cada vez, sendo sempre a cirurgia de um só lado da boca.

Isso ajuda para que o paciente tenha uma recuperação mais rápida, interferindo menos em suas atividades do dia a dia. Além disso, permite a mastigação de um dos lados normalmente. Isso, claro, respeitando as recomendações do dentista, como a de não ingerir alimentos quentes no pós-cirúrgico.

Em todos os casos, o passo a passo da exodontia é basicamente o mesmo, conforme você confere a seguir:

  • Realização de exames, como raio-x, de acordo com a indicação do dentista;
  • Assepsia do local;
  • Aplicação de anestesia local na região em que se está o dente;
  • Uso de uma alavanca manual para soltar o dente;
  • Uso de fórceps ou boticão para remover o dente;
  • Sutura com pontos cirúrgicos para facilitar a cicatrização.

Agora, se o ainda não tiver nascido, tem uma pequena diferença. Nesse caso, após a anestesia, o dentista usa um bisturi para acessar o dente. Então, o procedimento segue basicamente do mesmo jeito.

Os cuidados após a exodontia

Apesar de ser uma cirurgia pequena e simples, com duração média de 30 minutos, a extração de dente requer alguns cuidados, como por exemplo:

  • Repouso de 1 a 3 dias, dependendo da complexidade da cirurgia.
  • Uso das medicações prescritas pelo dentista.
  • Compressa de gelo no local da cirurgia nas primeiras 48 horas para aliviar o inchaço.
  • Dieta líquida e pastosa nos dois primeiros dias para evitar o movimento excessivo da boca.
  • Não ingerir alimentos quentes nos dois primeiros dias.
  • Manter a boca limpa para evitar infecções.

0 comentário em “Exodontia: saiba tudo sobre a extração de dentes

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: