Post Principal

Enxerto ósseo dentário: complicações podem acontecer. Saiba prevenir

enxerto ósseo dentário complicações

Fazer um implante é o sonho de muita gente. Mas, assim como em qualquer procedimento médico ou odontológico, problemas podem acontecer. No caso do enxerto ósseo dentário, complicações como reabsorção e perda da sensibilidade podem acontecer.

Para se prevenir, é importante cuidar da saúde e ter certeza de que vai realizar o procedimento com um profissional qualificado. Entenda melhor sobre o assunto nas linhas a seguir.

Entenda o que é o enxerto ósseo dentário

Basicamente, o enxerto ósseo consiste em reconstruir parte do osso alveolar para que ele tenha a altura e a espessura corretas para receber o pino do implante.

No entanto, o procedimento também é a recomendação para quem teve perda óssea por causa de um trauma ou em decorrência de doença periodontal.

Além disso, outras situações em que o enxerto ósseo dentário pode ser necessário são defeitos congênitos e cirurgia ortognática, por exemplo.

Portanto, é um procedimento indicado quando o paciente teve perda óssea. O que, por sua vez, tende a acontecer quando ele passou muito tempo sem o dente perdido ou extraído, sofreu algum acidente ou tem questões genéticas, entre outras possibilidades.

Contudo, a cirurgia de enxerto ósseo dentário é relativamente simples. Portanto, é feita no próprio consultório de odontologia, sob anestesia local.

Enxerto ósseo dentário: complicações podem acontecer 

Como citamos, qualquer procedimento que envolva a nossa saúde pode gerar complicações, assim como no caso do enxerto ósseo dentário.

Esses problemas podem ter diferentes causas, como as condições sistêmicas do paciente ou até alguma falha na hora de realizar o procedimento. Portanto, é fundamental procurar um dentista especializado no assunto (implantologista) e realizar todos os exames necessários, prevenindo qualquer tipo de complicação.

De maneira geral, quando falamos de enxerto ósseo dentário, complicações podem surgir logo após o procedimento, ou bem depois.

Entre as complicações iniciais, pode haver dano ao tecido nervoso do dente. Isso leva à perda da sensibilidade, que pode ser temporária ou permanente.

Além disso, no caso do uso de um enxerto homogêneo, pode haver infecção ou outro tipo de reação imunológica do paciente. Outras complicações possíveis são dor intensa, reabsorção do enxerto, hemorragia, entre outros.

Saiba evitar as complicações do enxerto ósseo

Realizar todos os exames e contar com um bom profissional certamente vai ser fundamental para evitar complicações com o enxerto ósseo.

O dentista precisa ter certeza de que escolheu o material mais adequado para o enxerto, que haja assepsia no local da cirurgia e que o tecido mole seja fechado sem causar tensão.

Contudo, o paciente também deve seguir as recomendações do dentista para o pós-cirúrgico. Entre as principais indicações estão evitar o consumo de álcool e não fumar. Além disso, o profissional pode orientar a ingerir comida fria nos primeiros dias e repousar, por exemplo.

0 comentário em “Enxerto ósseo dentário: complicações podem acontecer. Saiba prevenir

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: