Post Principal

Entenda para que serve o aparelho no céu da boca

Quem faz um tratamento ortodôntico começa a conhecer diversos acessórios e possibilidades para ter dentes alinhados e bonitos. Em alguns casos, a recomendação inclui usar aparelho no céu da boca.

Ele pode ser de diferentes tipos, mas costuma ter a mesma finalidade. No início, seu uso pode ser um pouco incômodo, mas com o tempo o paciente se adapta. Acompanhe a leitura para entender mais sobre o assunto.

O que é o aparelho no céu da boca?

É muito comum passar por tratamento ortodôntico, seja para corrigir dentes tortos, encavalados ou mordida cruzada, por exemplo. Além disso, os aparelhos podem ser usados de forma preventiva. Sobretudo durante a infância, em que acontece a troca de dentição.

São diversas as soluções para conferir um sorriso bonito, seja lá qual for o caso. Além disso, a odontologia está em constante evolução para apresentar opções cada vez mais discretas e eficientes.

Com isso, surgiu o aparelho no céu da boca, também conhecido como expansor palatino. E só pelo nome já dá para ter uma ideia da sua função, certo? 

Mas antes de explicarmos como funciona, é interessante você saber como ele é. Basicamente, o aparelho no céu da boca fica nessa região, preso nos dentes posteriores por meio das bandas ortodônticas, ou anéis.

Por que usar aparelho no céu da boca?

O expansor palatino tem exatamente a função que seu nome sugere: expandir o espaço entre os dentes da arcada superior.

Portanto, o tratamento geralmente é a melhor opção para quem tem arcada muito estreita ou pouco espaço para acomodar todos os dentes. 

Com o uso do aparelho no céu da boca, ainda é possível evitar a extração de dentes, caso eles estejam encavalados. Isso porque o acessório expande o palato, abrindo espaço para que os elementos se alinhem com o aparelho dentário. 

Além de estabilizar a mordida, ele também pode ajudar a melhorar a fala e a reduzir o tempo de tratamento, já que vai haver mais espaço para os dentes se movimentarem na arcada.

Conheça os diferentes tipos de expansor palatino

Assim como no caso do aparelho ortodôntico, há diferentes opções de expansor palatino. Os mais comuns são:

Hass

Esse é um dos tipos de aparelho no céu da boca mais comuns. Consiste em uma estrutura metálica com acrílico que se fixa ao céu da boca.

Contudo, ela se prende a quatro dentes da arcada superior. Isso acontece para que não se mova e permita que o paciente consiga comer e falar normalmente. 

Hyrax

A estrutura desse aparelho no céu da boca é relativamente simples. Trata-se de uma peça metálica que se encaixa no céu da boca e é presa a quatro dentes: dois molares e dois pré-molares.

A fixação acontece por meio de bandas (anéis), que envolvem esses dentes que serão “empurrados”. Conforme o tratamento avança, o acessório pode ser ajustado pelo ortodontista sem a necessidade de troca do aparelho. O profissional também pode orientar para que o paciente faça os ajustes em casa.

Essa é uma opção muito indicada para crianças. Isso porque, nessa fase, o palato não se calcificou completamente, tornando mais fácil a sua expansão.

Mcnamara

Esse é um aparelho no céu da boca com uma estrutura parecida com o anterior, mas há uma diferença. Nesse caso, os quatro dentes posteriores são envolvidos pelo suporte metálico e cobertos por um acrílico pré-moldado.

A indicação desse modelo costuma ser em casos mais complexos, ou em que não é possível fixar o hyrax nos dentes específicos.

Contudo, a boa notícia é que ele também é ajustável, ou seja, não é necessário trocar sempre que o tratamento avança. Além disso, existe a possibilidade de fazer o acrílico colorido, o que costuma agradar as crianças.

Aparelho no céu da boca machuca a língua ou atrapalha a fala?

Essas são dúvidas bastante comuns em quem tem a indicação de usar aparelho no céu da boca. De fato, quando ele é colocado pelo ortodontista, há um período de adaptação.

Principalmente no caso do hyrax, em que o suporte metálico fica à mostra, pode haver desconforto na língua, que em alguns pacientes até fica marcada. Entretanto, a tendência é que esse incômodo passe logo nos primeiros dias.

O que também requer adaptação é a fala. Afinal, há contato da língua com o céu da boca durante essa atividade. Sendo assim, pode ser que nos primeiros dias você note que está falando algumas palavras de um jeito diferente. Contudo, a adaptação nesse caso também tende a ser rápida.

Manter a higiene no expansor palatino é fundamental

Quem passa por qualquer tratamento ortodôntico precisa redobrar os cuidados com a higiene bucal. Isso porque há acessórios que podem acumular resíduos de alimentos e formar a placa bacteriana com mais facilidade.

Portanto, quem usa aparelho no céu da boca precisa seguir as orientações do ortodontista quanto à limpeza do acessório, que não é removível.

Escovar os dentes após as refeições, usar fio dental e enxaguante bucal costumam ser suficiente. Contudo, siga a recomendação do profissional.

0 comentário em “Entenda para que serve o aparelho no céu da boca

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: