Post Principal

Dentes separados: como juntar rapidamente com 5 opções

Para quem tem dentes separados, como juntar rapidamente pode ser uma das principais preocupações, principalmente se esse detalhe mexe com a autoestima.

O sorriso está ligado à autoconfiança em muitos dos casos, e os espaços entre os elementos pode fazer com que a pessoa evite mostrar os dentes e tenha comportamento retraído.

Contudo, é possível voltar a se sentir confiante e sorrir sem medo ao juntar rapidamente os dentes separados. Existem diferentes formas de agir nesse caso. Portanto, o ideal é procurar um ortodontista para entender qual é o tratamento mais adequado para o seu caso.

Pode ser que só os dois dentes da frente, na arcada superior, tenham espaços maiores que o normal. Nesse caso, alguns consideram um charme e nem pensam em consertar, como é o caso de algumas celebridades.

Mas se o diastema se estende até outros elementos, o ideal pode ser fazer a junção. Até porque, isso evita o acúmulo de alimentos, o desenvolvimento da placa bacteriana, além de facilitar a limpeza.

Nas linhas a seguir, a gente lista algumas das formas de resolver dentes separados, como juntar rapidamente e quais as indicações mais comuns para cada caso. Confira!

5 formas de como juntar rapidamente dentes separados

Ter dentes separados pode ser consequência de diferentes problemas como uso de chupetas, mamadeiras ou hábitos como chupar dedo, por exemplo. No entanto, também pode acontecer em decorrência da respiração bucal, da pressão exercida nos dentes pela língua e até por problemas no freio labial.

Portanto, é sempre bom lembrar que vamos te contar sobre as principais opções para juntar dentes separados, mas que você precisa conversar com um ortodontista para entender melhor sobre o seu caso específico. Mas para adiantar, veja alguns dos tratamentos mais indicados.

1. Dentes separados: como juntar rapidamente com facetas e lentes?

Para adultos sem problemas de mordida e com espaços entre poucos dentes, as facetas de porcelana e as lentes de contato podem ser opções interessantes.

Em alguns casos, você já sai com os espaços preenchidos na primeira consulta. Contudo, pode ser necessário moldar e enviar a um protético, o que leva um pouco mais de tempo.

O acabamento fica super natural e os materiais são bastante duradouros. Entretanto, em caso de quebra ou dano, é preciso procurar o dentista para fazer o reparo na prótese.

Também é bom destacar que, no passado, esse era um tratamento caro e conhecido pela adesão de pessoas famosas e personalidades. Contudo, com o avanço da tecnologia os preços estão bem mais acessíveis.

2. Aparelho ortodôntico fixo

Dependendo da complexidade do tratamento, o uso do aparelho ortodôntico fixo é a melhor solução. Ele é capaz de juntar diversos dentes da arcada ao mesmo tempo. Além disso, é um tratamento que pode ser feito em todas as idades.

E se engana quem logo pensa no aparelho fixo metálico. Apesar de ainda ser o modelo mais comum – e mais barato -, hoje em dia há diversas opções estéticas como o aparelho de porcelana ou safira. Outro modelo mais discreto é o autoligado, que dispensa o uso das borrachinhas.

3. No caso de crianças, aparelho móvel é alternativa

O aparelho móvel também ajuda a juntar dentes separados de forma rápida e eficaz. No entanto, é um modelo mais eficiente em arcadas ainda em formação, como as das crianças. Vale lembrar ainda que é comum os pequenos terem dentes de leite separados.

Isso acontece porque a arcada vai crescendo e, os dentes, ficando mais espaçados. Entretanto, como os dentes permanentes costumam ser maiores do que os decíduos, essas brechas podem ser fechadas assim que houver a troca dos elementos, que começa por volta dos 6 anos de idade.

4. Alinhadores invisíveis tendem a ser mais rápidos

Os alinhadores invisíveis estão em alta. Para quem tem dentes separados, como juntar rapidamente geralmente é prioridade, investir um pouco mais nesse tipo de tratamento pode compensar.

Até porque, ele é mais rápido do que o tratamento com aparelho fixo, por exemplo. Além disso, é discreto, pois trata-se de uma espécie de placa transparente que se encaixa perfeitamente na arcada e quase não aparece.

5. Cirurgia pode ser opção para juntar dentes rapidamente.

Esse é um procedimento geralmente indicado para quem tem o freio labial mais avantajado, impedindo que os dentes frontais se juntem. Normalmente, além da cirurgia, o paciente também precisa usar algum tipo de aparelho para juntar os elementos.

0 comentário em “Dentes separados: como juntar rapidamente com 5 opções

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: