Post Principal

Dente do siso deitado precisa de extração. Saiba como funciona

dente do siso deitado

O nascimento do terceiro molar costuma ser associado à dor e desconforto. Mas assim como no caso de outros elementos, ele também pode apresentar problemas, como é o caso do dente do siso deitado.

E você sabe o que fazer quando isso acontece? Nas linhas a seguir, vamos te contar os motivos que levam ao dente do siso deitado e explicar como agir. Confira!

Entenda por que o dente nasce deitado

Essa é uma situação bastante comum, mas que ainda gera muita dúvida. Afinal, o que leva o dente a nascer deitado?

Basicamente, isso acontece quando não há espaço suficiente na boca para que o dente nasça normalmente.

Além dessa situação, também pode acontecer dele nascer inclinado. Contudo, em ambos os casos, é importante consultar um dentista para entender se é necessário intervir. 

Extração de dente do siso deitado geralmente é a solução

Na maioria dos casos, o dente do siso deitado não erupciona ou nasce parcialmente. E isso pode gerar diferentes problemas como:

  • Má oclusão dos demais dentes.
  • Dores, como na cabeça e na articulação temporomandibular (ATM).
  • Cisto ou tumor no local.
  • Infecções.
  • Cárie no dente vizinho.
  • Reabsorção da raiz do dente ao lado.
  • Entre outras consequências.

Por esses motivos, o dente do siso deitado costuma ser extraído. Assim, é possível evitar problemas futuros.

Além disso, pacientes em tratamento ortodôntico geralmente extraem o terceiro molar para obter mais espaço na arcada. Isso sem falar que a cirurgia evita a má oclusão no futuro, caso o dente deitado venha a nascer.

Saiba como é o procedimento

A extração do dente do siso deitado é um pouco mais complexa do que o procedimento quando ele já nasceu. No entanto, ainda é relativamente simples, já que é feito no consultório, com anestesia local.

Contudo, em casos complexos, há a necessidade de usar um centro cirúrgico e haver anestesia geral.

Porém, na maioria dos casos a diferença é que o cirurgião dentista vai precisar fazer um pequeno corte na gengiva para acessar o dente. Em algumas situações, ele também pode fazer um desgaste ósseo para soltar o dente do siso deitado. Então, depois há a necessidade de suturar.

Essa ainda é uma cirurgia em que há maior chance de haver lesão no nervo mandibular. Também é comum que o paciente tenha hematomas e inchaço nos primeiros dias após a extração.

Portanto, é fundamental seguir as recomendações do dentista para o pós-operatório, como tomar as medicações indicadas. A comida para quem arrancou dente precisa ainda ser pastosa e fria, por exemplo. 

Compressas de gelo podem aliviar o inchaço, e também é importante manter a higiene bucal, não falar muito, não fumar e não ingerir bebida alcoólica nos primeiros dias, entre outras recomendações.

0 comentário em “Dente do siso deitado precisa de extração. Saiba como funciona

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: