Post Principal

Dente de leite escuro: o que pode ser e como tratar

O sorriso das crianças é motivo de alegria para os adultos. Mas quando há algum problema, ficamos logo preocupados. Esse é o caso do dente de leite escuro, o que pode ser por trauma, cárie ou outros motivos.

Geralmente, o tom é de cinza, roxo ou marrom. Na maioria dos casos, essa é a resposta da polpa, que leva ao dente escuro por trauma.

A boa notícia é que, em se tratando de um dente de leite, ele vai cair e outro novinho vai nascer em seu lugar. Portanto, não há motivo para tanta preocupação. 

Contudo, a visita ao odontopediatra é indispensável, pois pode ser necessário realizar algum tratamento. Entenda mais sobre o assunto nas linhas a seguir!

O que pode ser dente de leite escuro? Confira

Para começar, é importante ressaltar que os dentes permanentes tendem a ser mais amarelados do que os de leite. Portanto, quando a troca começa a acontecer, pode ser que os pais e responsáveis notem a diferença na tonalidade. Mas isso é normal.

Entretanto, a preocupação é pertinente quando o dente de leite está escuro por trauma, se a coloração estiver acinzentada ou até quando há dente escuro em bebê. As principais causas são:

Medicação usada pela mãe durante a gestação, ou pela criança, como é o caso de antibióticos;

Dente mole, com raiz reabsorvida;

Traumas por queda ou pancada;

Infecção na polpa do dente;

Lesão por cárie.

Entenda o tratamento para dente de leite escuro

Se você notar que o dentinho da criança ou do bebê está escurecido, o ideal é procurar um odontopediatra. Inclusive, há convênios dentários com cobertura para crianças. Assim, você economiza e tem à disposição diversos profissionais, tratamentos e exames.

No consultório, o profissional vai avaliar a causa do escurecimento e indicar a melhor solução. Se for cárie, uma obturação pode resolver.

Caso haja abscessos ou fístulas, um tratamento de canal pode ser a melhor solução. Contudo, o clareamento não é indicado para crianças, mas há outras soluções estéticas como restauração ou faceta de porcelana, por exemplo.

Em outros casos, a extração também pode ser indicada. Entretanto, geralmente não é preciso fazer nada, apenas esperar que a troca aconteça naturalmente.

Como evitar dente de leite escuro

O escurecimento dos dentes de leite ou permanentes tende a acontecer por motivos semelhantes, como o consumo de alimentos e bebidas com corante. Isso inclui achocolatados, doces e refrigerantes, por exemplo.

Portanto, é importante manter uma dieta equilibrada não só para manter a saúde bucal das crianças, mas também para a do restante do corpo.

Além disso, é fundamental manter a higiene em dia. Quando ainda bebês, pais e responsáveis devem usar gaze ou algodão umedecido com água filtrada ou fervida para limpar a boca dos pequenos.

Já quando os dentes de leite de trás começam a nascer, é a hora de iniciar a limpeza com uma escova de dente pequena.

Conforme vão crescendo, as crianças devem ser ensinadas sobre a importância de escovar os dentes ao acordar, após as refeições e antes de dormir.

Nos primeiros anos de vida, o acompanhamento de um adulto garante a higienização correta. Quando já estiverem crescidos, podem passar a fazer a limpeza sem supervisão.

Para evitar traumas, a supervisão de um adulto é indispensável durante o dia, sobretudo em brincadeiras ao ar livre.

0 comentário em “Dente de leite escuro: o que pode ser e como tratar

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: