Post Principal

Entenda a relação entre alimentação e saúde bucal

alimentação e saúde bucal

O que comemos faz toda a diferença no funcionamento do nosso corpo. Mas você sabia que também existe relação entre alimentação e saúde bucal?

É isso mesmo: dependendo das escolhas que você faz ao longo dia, pode estar ajudando ou prejudicando a higiene, o conforto e a beleza dos seus dentes. Entenda melhor a seguir.

Alimentação e saúde bucal: como fazer as melhores escolhas

Para começar, a entender a relação entre alimentação e saúde bucal, é importante ter em mente que as escolhas que fazemos no dia a dia têm relação direta com o nosso sorriso.

Por exemplo, uma alimentação rica em carboidratos e açúcar aumenta as chances de ter cárie e outros problemas bucais, como gengivite e sensibilidade.

Isso acontece porque as bactérias adoram açúcar. E quando consomem alimentos doces, liberam um ácido que corrói a camada protetora dos dentes, que é o esmalte. E é assim que a cárie começa a se desenvolver.

Contudo, essas bactérias também podem se acumular na linha da gengiva, causando a inflamação conhecida como gengivite. E, claro, tanto esse problema quanto a cárie, quando não tratados, podem evoluir para questões mais sérias e desconfortáveis, como a periodontite.

Porém, a relação entre alimentação e saúde bucal também pode ser benéfica para o sorriso. Esse é o caso da inclusão de alimentos detergentes na dieta. 

De maneira geral, são frutas e legumes com consistência mais firme, além de serem ricos em fibras. Isso ajuda a limpar a cavidade bucal, mantendo o sorriso bonito e saudável.

Estamos falando de uma alimentação que inclua comidas como maçã, pera, kiwi, melancia, cenoura, acelga e pepino, por exemplo.

Problemas bucais podem ter a ver com alimentação

Quando algo não vai bem com o nosso organismo, ele dá diferentes sinais. E eles podem aparecer até mesmo na nossa boca, interferindo também na saúde bucal.

Esse é o caso de carências nutricionais, como a de cálcio, zinco, magnésio e de vitaminas. Por exemplo, no caso da escassez de ferro, as consequências podem ser aftas e feridas, queimação e língua careca. 

O problema ainda pode se agravar, já que a boca fica mais suscetível a infecções, o que também eleva o risco de câncer bucal.

Outro problema comum é a deficiência de vitamina C. Entre os sinais na boca estão sangramento gengival, alteração no paladar e mobilidade dentária.

Além disso, há mais facilidade para o desenvolvimento da cárie, da doença periodontal e de outras doenças oportunistas, que se aproveitam do desequilíbrio. 

0 comentário em “Entenda a relação entre alimentação e saúde bucal

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: