Post Principal

Dia Mundial de Luta Contra o Tabagismo: entenda como esse hábito prejudica a saúde bucal

Que cigarro faz mal à saúde todo mundo já sabe. Estima-se que seu consumo tenha relação com cerca de 50 doenças, incluindo câncer e doenças respiratórias. Além disso, fumar também traz prejuízos à saúde bucal. Mau hálito, dentes amarelados e maiores chances de desenvolver câncer de boca são só alguns exemplos importantes de se lembrar neste Dia Mundial de Luta Contra o Tabagismo, comemorado em 31 de maio.

Ainda assim, muita gente não consegue deixar o vício de lado. E apesar do número de fumantes estar em queda no Brasil, durante a pandemia 34% dos fumantes declararam ter aumentado o consumo de cigarros todos os dias, de acordo com a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). É que a nicotina presente no cigarro dá a sensação de prazer, mas também dificulta que usuário pare de fumar.

Entretanto, intensificar o vício nesse momento aumenta os riscos de agravamento do quadro, caso o fumante contraia o novo coronavírus (Covid-19). Isso acontece porque o cigarro reduz a imunidade e a capacidade respiratória.

Porém, com força de vontade e até acompanhamento de profissionais, como psicólogos, é possível sim vencer a luta contra o tabagismo! A seguir, a gente te conta um pouco mais sobre como o fumo prejudica a sua saúde bucal e o que você pode fazer para minimizar os prejuízos do cigarro à sua boca. Confira!

Luta contra o tabagismo ajuda na saúde bucal

Como citamos, fumar traz vários malefícios para a sua boca. Portanto, vencer a luta contra o tabagismo significa não só benefícios para a sua saúde como um todo, mas também pode melhorar a aparência da sua pele, dos seus cabelos e do seu sorriso, além de elevar a autoestima, superando até o mau hálito. Entenda mais:

  • Boca seca: as substâncias químicas, o calor e a fumaça contribuem para que a cavidade bucal do fumante fique seca. Isso aumenta as chances de desenvolver problemas como mau hálito e cárie, por exemplo, já que a saliva é responsável pela limpeza da região.
  • Mau hálito: além da boca seca, substâncias como alcatrão e a nicotina contribuem para a halitose.
  • Dentes manchados e amarelados: essa também é uma consequência da ação das mais de 4,5 mil substâncias tóxicas presentes no cigarro. Além de terem o poder de manchar, isso ainda acontece mais rapidamente, pois o cigarro destrói a camada protetora dos dentes.
  • Cárie: como citamos, a redução da saliva e a ação de substâncias químicas formam uma combinação nada legal, pois além de tornar o ambiente mais propício para o desenvolvimento de bactérias, ainda tira a proteção natural dos dentes e da boca.
  • Gengivite: a luta contra o tabagismo também ajuda a proteger a gengiva de inflamações comuns com o uso do cigarro. Aliás, se não tratado, o problema pode evoluir para a periodontite, que leva até à extração.
  • Lesões na boca: o fumo também pode levar a pequenas feridas na boca. E o que pode parecer inofensivo muitas vezes evolui para um câncer de boca.

3 dicas de cuidados bucais para quem luta contra o tabagismo

Se você ainda não venceu a luta contra o tabagismo, confira algumas atitudes para começar a tomar hoje mesmo e evitar problemas bucais mais sérios:

1. Faça visitas regulares ao dentista

Como as substâncias do cigarro deixam os dentes mais expostos às bactérias, quem está na luta contra o tabagismo deve tomar ainda mais cuidado. Sendo assim, não deixe de visitar um dentista regularmente, a cada seis meses, por exemplo.

Assim, o profissional consegue identificar problemas ainda no início, além de agir de maneira preventiva fazendo a chamada profilaxia, ou seja, a limpeza em consultório. Esse é um procedimento coberto por planos odontológicos e que beneficia muito a saúde bucal porque o profissional remove a placa bacteriana e o tártaro, e ainda pode aplicar flúor se entender que há necessidade.

2. Redobre os cuidados com a higiene bucal

O que precisa de reforço é a higiene bucal durante a luta contra o tabagismo. Escove os dentes após as refeições usando creme dental com flúor e uma escova macia. Além disso, use fio dental todos os dias e não se esqueça de limpar também a língua.

3. Adote uma dieta balanceada

A alimentação é outro fator que prejudica a saúde bucal. Como o fumo já afeta os seus dentes, fique de olho para não piorar ainda mais a situação com uma dieta desequilibrada.

Basicamente, evite o excesso de álcool e alimentos ricos em carboidratos e açúcares. Em vez disso, aposte nas comidas consideradas detergentes por ajudar a limpar a boca. Entre os exemplos estão cenoura, maçã e morango.

0 comentário em “Dia Mundial de Luta Contra o Tabagismo: entenda como esse hábito prejudica a saúde bucal

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: