Post Principal

Descubra se sepse tem cura e entenda o tratamento dessa infecção

Muito conhecida como infecção generalizada, a sepse é uma doença grave com alto índice de letalidade. Isso acontece porque ela reduz a imunidade e o funcionamento de todos os órgãos, mesmo que só um seja atingido pela bactéria, fungo ou vírus. Além disso, seu diagnóstico pode demorar, pois os sintomas se confundem com outros problemas. Mas, afinal, sepse tem cura?

A resposta é sim! E vamos falar de mais detalhes a seguir. No entanto, antes é importante você saber que a sepse pode começar a partir de qualquer infecção, apesar de ser mais comum em ambientes hospitalares. Isso inclui pacientes que estão em casa e tiveram ou têm problemas que começam na boca e até em decorrência de cirurgias ou lesões bucais não tratadas de forma adequada.

A sepse tem cura mas, quando ela acontece, todo o corpo reage contra a infecção, que pode atingir apenas um ou mais de um órgão de uma só vez. Por isso, o tratamento para sepse inclui remédios administrados no hospital e outros cuidados especiais, como você confere a seguir.

Sepse tem cura e chances aumentam com diagnóstico rápido

Apesar de ser uma doença perigosa e que leva a óbito em grande parte dos casos, a sepse tem cura, principalmente quando identificada logo no início. Por isso, quem está com alguma infecção, passou por cirurgia ou internação hospitalar recentemente, precisa prestar muita atenção nos principais sintomas, como:

  • Respiração ofegante;
  • Falta de ar;
  • Baixa pressão arterial;
  • Perda de consciência, problemas na fala e confusão mental;
  • Febre;
  • Calafrios e tremores;
  • Dor no corpo;
  • Diarréia;
  • Enjoo e vômito;
  • Redução na quantidade de urina.

Além disso, pacientes com doenças crônicas, crianças muito novas ou pessoas com idade avançada costumam ter menos chances de recuperação. Entretanto, também nesses casos a sepse tem cura.

Geralmente, a sepse acontece como complicação de problemas como pneumonia, infecção intestinal, urinária ou de pele. Sem falar que, em alguns casos, a sepse tem cura, mas deixa sequelas. Isso acontece por causa de alterações na coagulação sanguínea e problemas na irrigação de órgãos importantes como coração e cérebro, por exemplo.

Além disso, mesmo com o tratamento para sepse em curso, o paciente pode sofrer com o chamado choque séptico. Nesse caso, a pressão sanguínea fica baixa, o que reduz a oxigenação dos órgãos e pode levar à falência deles. Com isso, o paciente pode vir a óbito.

Como é o tratamento para sepse?

Em muitos casos, a infecção acontece em pacientes que já estão no hospital. De qualquer forma, o tratamento para sepse é administrado no ambiente hospitalar, geralmente na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). São administrados medicamentos como antibióticos, antivirais e corticóides. 

Além disso, em algumas situações pode haver necessidade de intervenção cirúrgica para remover abscessos ou a origem do problema.

Como citamos, a sepse tem cura, mas pode deixar sequelas. Para evitar que isso aconteça, alguns tratamentos complementares podem ser necessários, como fisioterapia, acompanhamento com nutricionistas e psicólogos, por exemplo.

Para aumentar as chances de cura da sepse, fique de olho em sinais como alterações na temperatura corporal, mudanças na pressão arterial, na frequência cardíaca e na respiração, por exemplo.

0 comentário em “Descubra se sepse tem cura e entenda o tratamento dessa infecção

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: