Post Principal

Saiba tudo sobre placa de bruxismo. Conheça os tipos e saiba como funciona

Ranger ou apertar os dentes de maneira involuntária são sintomas de bruxismo. Essa é uma disfunção que geralmente envolve fatores emocionais como estresse e ansiedade. Aliás, por causa da pandemia do novo coronavírus, os casos aumentaram nos consultórios. E uma das maneiras de evitar maiores problemas bucais é com uma placa de bruxismo.

Esse material impede o atrito entre os dentes, principalmente durante a noite, quando costuma acontecer. O movimento pode desgastar, trincar e até quebrar os elementos, dependendo da intensidade e da frequência. Além disso, dores no maxilar e na cabeça são queixas comuns de quem ainda não começou a usar a placa de bruxismo.

Entretanto, antes de conhecer os tipos de placas disponíveis, vale lembrar que elas não tratam a causa do problema, mas sim evitam que as consequências prejudiquem seu sorriso. Portanto, se você tem diagnóstico de bruxismo, procure um psicólogo ou psiquiatra e busque maneiras de aliviar o estresse e a ansiedade, como ao praticar exercícios ou meditar, por exemplo.

Confira os principais tipos de placa de bruxismo

A placa de bruxismo também é conhecida como miorrelaxante. Isso porque, além de proteger os dentes das arcadas superior e inferior do atrito, ela também ajuda a relaxar os músculos, aliviando as articulações.

Para que ela se encaixe perfeitamente na arcada superior, o dentista faz um molde da boca do paciente para confeccionar a placa de bruxismo adequada para o seu caso. Ela pode ser em diferentes materiais:

  • Placa de silicone: por ser maleável, costuma ser mais confortável para o paciente. No entanto, justamente essa característica faz com que ela seja menos eficiente. Além disso, como é porosa, pode ter a higiene mais difícil, acumulando bactérias. Sem falar que, com o atrito dos dentes, pode perfurar.
  • Placa semi-rígida: também em material plástico, esse modelo é maleável, mas não tanto quanto o de silicone. Dessa maneira, consegue ser mais resistente.
  • Placa de acrílico: geralmente, tem preço mais alto, mas é a mais eficiente por ser rígida. Por isso, também é a mais recomendada por dentistas e também a mais usada. 

Aparelho ortodôntico, restaurações e toxina botulínica também podem ajudar

Em alguns casos, a aplicação de botox pode ajudar a “travar” o músculo e evitar o movimento  involuntário decorrente do bruxismo. Esse é um tratamento que também pode acontecer no consultório de odontologia, desde que o profissional esteja habilitado. 

Uma das maiores vantagens do botox é que age 24 horas por dia, ao contrário da placa de bruxismo, que geralmente é usada à noite. Sendo assim, é uma boa alternativa para quem sofre de bruxismo diurno, também conhecido como briquismo.

Além disso, o uso do aparelho ortodôntico pode ser necessário para alinhar os dentes e evitar maiores danos quando eles estão mal encaixados e entram em atrito.

Isso sem falar que o dentista pode indicar restaurações tanto para tratar um dente que esteja frágil e pode quebrar facilmente com o ranger ou apertar em decorrência do bruxismo, como também para recuperar um elemento que esteja danificado por causa do atrito.

0 comentário em “Saiba tudo sobre placa de bruxismo. Conheça os tipos e saiba como funciona

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: