Post Principal

Prótese dentária fixa tem diferentes modelos. Veja vantagens e desvantagens

Quem precisa substituir um dente que caiu ou precisou ser extraído tem diversas opções de prótese dentária fixa. Dessa maneira, não precisa se preocupar com os movimentos e ter uma estética mais agradável, por exemplo. A técnica pode ser usada ainda em casos de perda parcial dos dentes, o que a torna ainda mais abrangente.

Entretanto, existem diferentes maneiras de fazer uma prótese dentária fixa. Elas variam materiais e técnicas, o que afeta diretamente o resultado final e o preço do tratamento.

Para saber mais sobre o assunto, listamos os principais modelos de prótese dentária fixa e suas vantagens e desvantagens. Contudo, vale lembrar que a decisão pelo melhor tratamento precisa ser em conjunto com um dentista especializado, que vai avaliar o seu caso e apresentar as possibilidades. Saiba mais a seguir.

4 tipos de prótese dentária fixa mais comuns

Ter todos os dentes ajuda não só a manter ou aumentar a autoestima, como também melhora a mastigação e até outros fatores, como a fala. Por isso, é importante conhecer os tipos de prótese dentária fixa e entender como elas podem ajudar nessa reabilitação. A seguir, você confere os principais modelos. 

Contudo, elas podem ser em diferentes materiais, como zircônia, acrílico e diferentes tipos de porcelana. Portanto, é fundamental conversar com o seu dentista.

1. Coroa ou jaqueta dentária 

Esse é o tipo de prótese dentária fixa mais comum e ideal para recuperar um único dente. Há diversas maneiras de usar. Uma delas é apoiando a prótese no dente natural. Além disso, dá para encaixar em pino ou implantes, a chamada coroa sobre implante.

Vantagens: tem bom resultado estético e durabilidade alta. Em caso de lesões como fraturas, evita que o dente sofra ainda mais desgaste. Sem falar que, como é parecida com um dente natural, é fácil de limpar.

Desvantagens: o tratamento tende a demorar mais, principalmente quando há implante.

2. Ponte dentária 

Uma alternativa ao implante, a ponte também é ideal para quem precisa de prótese dentária fixa em apenas um dente. Isso porque ela se apoia nos dentes adjacentes para a fixação.

Vantagens: é um tratamento mais rápido do que o implante dentário. Além disso, apresenta bons resultados estéticos.

Desvantagens: tem valores relativamente altos.

3. Pivô

Nesse caso, a diferença para a coroa é que o pivô dentário tem uma parte metálica fixa. Entretanto, esse tipo de prótese não é muito usada atualmente.

Vantagens: tem valores mais em conta.

Desvantagens: é mais difícil de remover e o acabamento estético não é perfeito.

4. Dentadura fixa

Também conhecida como prótese protocolo, essa ela funciona como um implante, mas com a substituição de todos os dentes da arcada. Nesse caso, no entanto, são necessários apenas alguns pinos para prender a dentadura.

Vantagens: resultado estético muito satisfatório, com boa durabilidade e sem os incômodos da dentadura removível, principalmente durante a mastigação.

Desvantagens: nesse caso, a higiene bucal requer muita atenção, e o paciente precisa evitar certos alimentos, como farofa, que pode acumular entre a gengiva e a prótese dentária fixa. Além disso, tende a ser um tratamento custoso para o paciente.

0 comentário em “Prótese dentária fixa tem diferentes modelos. Veja vantagens e desvantagens

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: