Post Principal

Qual a diferença entre dentes decíduos e permanentes? Veja as 5 principais

Por volta dos 6 meses, o bebê começa a ter seus primeiros dentinhos. Eles vão nascendo aos poucos até que, por volta dos 6 anos, é a hora da troca de dentição. Esse é um processo natural, que acontece com todo mundo. Mas você sabe a diferença entre dentes decíduos e permanentes?

Os dentes de leite são fundamentais para que a criança comece a mastigar e a falar. Além disso, eles já marcam o espaço dos dentes permanentes na boca. Mas, de fato, é fácil perceber que há diferença entre dentes decíduos e permanentes, principalmente quanto ao seu tamanho.

Para preencher a arcada menor das crianças, os dentes de leite servem muito bem. Mas até certo ponto. Depois, é a hora de trocar para os dentes permanentes, que vão acompanhar o indivíduo por toda a vida. E esses, sim, têm tamanhos mais adequados para a face de cada um, que cresce ainda na infância.

Nas linhas a seguir, entenda melhor sobre as diferenças entre dentes decíduos e permanentes e veja ainda quais cuidados adotar com os dentes de leite das crianças.

As 5 maiores diferenças entre dentes decíduos e permanentes

Os primeiros dentes de leite a caírem são os da frente, o que costuma acontecer entre os 5 e 7 anos. Já os últimos permanentes a nascerem são os sisos, também conhecidos como terceiro molar. Eles surgem entre os 16 e 21 anos. Mas afinal, quais são as principais diferenças entre eles? Confira:

1. Há mais dentes permanentes do que leite

Normalmente, nascem 20 decíduos. No entanto, um adulto tem 32 dentes, incluindo os 4 sisos. Uma das explicações é a diferença no tamanho da boca, já que crianças não comportariam tantos elementos.

2. Dentes de leite são menos mineralizados do que os permanentes

O fato do esmalte dentário ser mais fino torna os dentes de leite mais frágeis. Aliando isso ao fato das crianças geralmente consumirem mais doces e terem mais dificuldade para realizar a higiene bucal, tem-se a explicação do porquê os pequenos sofrem mais com a cárie.

3. Há diferença entre dentes decíduos e permanentes quanto às raízes

As raízes dos dentes de leite são menores e mais finas. Isso permite que os elementos permanentes tenham espaço para se formar, além de facilitar na hora da troca.

4. Decíduos também são menores que os dentes permanentes

Além disso, os dentes de leite são menores. E como servem também para guardar o lugar dos permanentes, muitas crianças têm os decíduos espaçados, sem encostar uns nos outros. Isso geralmente acontece após os 4 anos, quando os ossos faciais da criança começam a crescer, afastando os elementos.

5. Dentes de leite são mais brancos

Outra diferença entre dentes decíduos e permanentes é a coloração. Quando a troca está em curso e há os dois tipos de dentição na boca da criança, dá para fazer a distinção facilmente.

Confira alguns cuidados com os dentes de leite

  • Antes mesmo dos dentes começarem a nascer, os pais e responsáveis devem limpar a gengiva, as bochechas e a língua do bebê. Para isso, use uma gaze ou algodão umedecido com água filtrada ou fervida, ou ainda soro fisiológico.
  • Quando começarem a nascer os dentes de leite de trás, já dá para começar a escovar os dentes do bebê com uma escova pequena e macia e pasta de dente com flúor, em quantidade equivalente a um grão de arroz.
  • A limpeza da boca da criança deve acontecer ao menos 2 vezes ao dia.
  • É importante ensinar que a criança cuspa o creme dental, para que consiga fazer a escovação sozinha. No entanto, até os 5 anos, a indicação é supervisionar esse momento.
  • Entre os 2 e 3 anos, todos os dentes de leite precisam ter nascido. Caso isso não aconteça, procure um odontopediatra.
  • O mesmo acontece se os dentes de leite demorarem para começar a cair. Aliás, pode acontecer até do permanente começar a nascer com o decíduo ainda no lugar. Nessas situações, deve-se procurar um profissional.
  • Além disso, é importante respeitar o tempo de cada dente de leite. Não force para que eles caiam, pois isso pode trazer prejuízos à arcada, como problemas de oclusão.

0 comentário em “Qual a diferença entre dentes decíduos e permanentes? Veja as 5 principais

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: