Post Principal

Ortodontia preventiva evita diversos problemas. Entenda

Quando o assunto é saúde, a prevenção é o melhor caminho. E você já pensou se pudesse ter um sorriso sempre alinhado, evitando usar aparelho? Para isso que existe a odontologia preventiva!

Muita gente já se acostumou a manter a higiene bucal e a visitar um dentista regularmente para evitar problemas como cárie e gengivite, por exemplo. No entanto, o que nem todo mundo conhece é o papel da ortodontia preventiva para manter não só a beleza do sorriso, mas também a saúde bucal, como por exemplo ao evitar desgastes por causa da mordida mal encaixada.

Ainda tem dúvidas sobre o assunto? Nas linhas a seguir, você entende melhor sobre a ortodontia preventiva e descobre quais são seus principais benefícios. Confira!

Entenda como funciona a ortodontia preventiva

Apesar da frequente associação do ortodontista ao uso de aparelho, o profissional também age a fim de evitar que esses acessórios sejam necessários. Para isso, realiza intervenções simples, como desgaste de dentes e até a extração, sobretudo de dente de leite.

Medidas desse tipo são para fazer com que os dentes permanentes nasçam na posição correta e evitar que, no futuro, sejam necessárias intervenções e até cirurgias mais complexas, como a ortognática. 

Além disso, ter dentes na posição correta previne o uso de aparelho fixo para a correção de problemas na mordida e até mesmo dores na cabeça e no pescoço. Para isso, geralmente a ortodontia preventiva trabalha com aparelho móvel na infância.

Contudo, para avaliar a melhor solução, o profissional de odontologia preventiva faz exames clínicos ou de imagem e define um plano, que é individual.

Ortodontia preventiva começa na infância

Entre 5 e 6 anos os pais ou responsáveis pela criança já podem marcar uma consulta com um profissional de ortodontia preventiva. Nessa fase – até mais ou menos 12 anos -, os ossos estão em formação e é mais fácil fazer intervenções para evitar o uso do aparelho ou mesmo para fazer com que o tratamento seja breve e pouco incômodo.

Dessa maneira, a criança já cresce com o sorriso bonito e alinhado. Isso ajuda não só na autoestima como também evita problemas na mastigação, na fala e até na respiração. No entanto, a ortodontia preventiva também ajuda na fase adulta, a evitar dentes tortos e outras questões.

Ah, e um detalhe importante: no caso das crianças, as idas ao dentista podem começar assim que os primeiros dentes nascerem. Não espere a idade avançar para fazer o acompanhamento do desenvolvimento do sorriso dos pequenos!

6  benefícios da ortodontia preventiva

Além da estética, a ortodontia preventiva também traz benefícios à saúde bucal. Quanto mais cedo procurar por esse profissional, melhor. Entenda mais sobre as vantagens de se antecipar aos problemas:

  1. Previne a má oclusão (dentes tortos);
  2. Corrige problemas no desenvolvimento do maxilar, da mandíbula e do palato;
  3. Ajuda os dentes permanentes a nascerem na posição correta;
  4. Evita ou corrige problemas de fala, mastigação e deglutição;
  5. Diminui a chance de precisar de aparelho fixo;
  6. Evita dores no futuro (como na cabeça, no maxilar ou no pescoço);
  7. Eleva e cuida da autoestima do paciente.

0 comentário em “Ortodontia preventiva evita diversos problemas. Entenda

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: