Post Principal

Clareamento dentário: afinal, como funciona e quais as opções?

Em busca de um sorriso bonito, muita gente vai aos consultórios de odontologia para fazer clareamento dentário. Entretanto, dúvidas podem surgir: como funciona? Quais são os tipos? É seguro?

Aqui, respondemos a essas questões que vão te ajudar a tomar a melhor decisão na hora de fazer o clareamento dentário. Confira!

Clareamento dentário usa produtos que removem pigmentos

Fatores como o envelhecimento e a ingestão de alimentos com corantes (naturais ou artificiais) faz com que os dentes amarelem com o passar do tempo. Contudo, a única solução para ter um sorriso branco outra vez é o clareamento dentário. 

E vale lembrar que só um dentista pode realizar esse tratamento de forma segura e eficiente. Então, se você quer clarear os dentes, procure um profissional.

Após a avaliação e a indicação do melhor tipo de clareamento dentário para você, o profissional coloca a mão na massa. Independentemente da técnica escolhida, funciona com o mesmo princípio: a liberação de oxigênio no esmalte e na dentina, “puxando” os pigmentos para fora.

Para isso, o dentista pode usar dois produtos: o peróxido de carbamida ou de hidrogênio. A concentração das substâncias varia de acordo com a avaliação que ele faz do seu sorriso. Além disso, quando o procedimento é no consultório, o dentista consegue aplicar concentrações maiores, já que o paciente está sob sua supervisão e ele consegue controlar os efeitos, evitando danos às mucosas.

Conheça os diferentes tipo de clareamento dentário

Agora que você já sabe como os dentistas conseguem deixar seus dentes mais brancos, confira os métodos mais comuns:

Clareamento caseiro

Nesse tipo de clareamento dentário, o dentista faz um molde das arcadas superior e inferior do paciente usando gesso. Em outra consulta, ele entrega a moldeira pronta, em material maleável, junto com o gel clareador.

O profissional dá as orientações sobre como aplicar e por quanto tempo usar, e o paciente segue o tratamento em casa, respeitando todas as recomendações. O processo geralmente é repetido todos os dias ao longo de 3 semanas, e os resultados são duradouros.

Clareamento a laser

Já no clareamento a laser o dentista aplica o gel clareador no consultório A vantagem é que esse produto pode ter concentração mais elevada.

Além disso, uma luz de LED ou laser acelera o processo. Nesse caso, não é preciso fazer nada em casa. Contudo, geralmente há mais de uma sessão para obter o resultado desejado. A vantagem desse tipo de clareamento é que o paciente vê os dentes mais brancos já na primeira aplicação.

Clareamento combinado

E que tal mesclar os tipos de clareamento? Esse é um dos métodos preferidos dos dentistas. Isso porque combina a rapidez dos resultados do procedimento a laser com a maior durabilidade do clareamento caseiro.

4 dúvidas comuns sobre clareamento

1. É seguro?

De acordo com o Conselho Federal de Odontologia (CFO), os produtos clareadores usados por dentistas não são abrasivos. Sendo assim, não destroem a estrutura do dente e são seguros. 

Entretanto, eles podem fazer mal para as mucosas da boca. Por isso, é importante ter a orientação de um profissional. Sem falar que o clareamento dentário não deve ser feito em quem está com problemas como sangramento, gengivite ou cárie, por exemplo.

2. Quanto tempo dura o efeito?

Depois de fazer clareamento dentário, você vai notar seus dentes mais brancos por até dois anos. Contudo, após seis meses já dá para fazer um retoque, que leva menos tempo que o tratamento convencional.

3. Quem tem sensibilidade pode fazer?

Tudo vai depender da avaliação do dentista. Mas, de maneira geral, quem tem sensibilidade pode fazer clareamento dentário. Em alguns casos, o profissional recomenda o uso de pasta de dente específica antes, e indica produtos para uso durante e depois do tratamento. Além disso, pode optar por um gel clareador de menor concentração. Evitar alimentos cítricos, como laranja e limão, também ajuda a não sentir sensibilidade durante o clareamento.

4. Preciso tomar alguns cuidados?

Se você quer garantir bons resultados, e por muito tempo, há sim alguns cuidados. O principal é evitar o consumo de produtos com corante. Isso inclui açaí, molho de tomate, beterraba, refrigerantes, chás (como café) e vinho, por exemplo.

Para não ficar sem ingerir esse tipo de alimento, a dica é beber água logo após, e não demorar para escovar os dentes. Outro hábito que prejudica seu clareamento dentário é o tabagismo.

0 comentário em “Clareamento dentário: afinal, como funciona e quais as opções?

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: