Post Principal

Saiba como é a estrutura do dente e como preservar essas camadas

Pode parecer que não, mas a estrutura do dente tem diferentes camadas, cada uma com uma função específica. Portanto, entender mais sobre o assunto vai te ajudar a cuidar melhor dos dentes, evitando problemas bucais que vão dos mais simples aos mais complexos.

Afinal, o importante não é só ter dentes brancos e alinhados. É preciso que eles sejam funcionais e saudáveis, já que problemas como a cárie podem evoluir e ter consequências que vão além da boca. Isso porque as bactérias podem chegar até a sua corrente sanguínea, sabia?

Então, acompanhe a leitura para conhecer mais sobre a estrutura do dente e, em seguida, descobrir como preservar cada uma delas e manter a boca saudável.

Entenda as funções de cada parte da estrutura do dente

Em todos os humanos saudáveis, os dentes começam a se formar por volta dos 6 meses. Contudo, são os chamados decíduos, ou dentes de leite. A troca para os permanentes começa lá para os 6 anos. 

Durante a infância, são 20 dentes de leite. Uma das principais diferenças é que a raiz desses elementos é mais fina e alongada. Além disso, os dentes de leite são menores, o que facilita o avanço da cárie.

Já os adultos possuem 32 dentes. São incisivos, caninos, pré-molares, molares e sisos. Cada um tem uma função diferente, como cortar e triturar alimentos. Contudo, uma semelhança é a estrutura do dente, que é igual em todos eles.

Além da mastigação, os dentes têm outras funções importantes como estruturar e dar forma ao rosto, além de ajudar na fala. Contudo, além das funções, é importante conhecer também a estrutura do dente para saber como preservar e cuidar melhor do seu sorriso. 

Basicamente, ele é formado pela coroa e pela raiz. A primeira parte é a que fica visível, já a segunda é que está abaixo da linha da gengiva e tem função de ligar o dente ao osso. Quanto à coroa é dividida em:

  • Esmalte: camada fina e dura que tem a função de proteger o restante da estrutura do dente. Essa é a parte mais mineralizada do corpo e muito resistente.
  • Dentina: protege a polpa dos impactos da mastigação e da temperatura, evitando a sensibilidade. Sua coloração vai do branco ao amarelo.
  • Polpa dentária: é essa parte da estrutura do dente que mantém ele “vivo”. Por isso, há em seu interior vasos sanguíneos e terminações nervosas.

Cárie começa no esmalte e pode avançar na estrutura do dente

Assim como parte da estrutura do dente tem uma função, cada uma delas pode sofrer de diferentes maneiras com a ação da placa bacteriana. Esse é um biofilme pegajoso que se acumula na superfície dos dentes e leva à cárie. 

O esmalte, por exemplo, é bastante duro, mas pode sofrer por causa da má higiene bucal. Isso porque as bactérias desmineralizam a superfície por meio da liberação de substâncias ácidas. Portanto, a cárie forma aqueles buraquinhos e permite a penetração em camadas mais profundas.

Aliás, quando chega à dentina, pode causar dor e sensibilidade, além de abrir caminho para que avance para a polpa. Contudo, quando isso acontece, costuma ser necessário fazer tratamento de canal. 

Como tem terminações nervosas, quando as bactérias atingem essa região, costuma haver dor, que geralmente irradia e pode ser sentida até na cabeça e no pescoço.

Se não tratada, a cárie na polpa dentária causa a periodontite, uma doença infecciosa que leva até mesmo à perda do dente. Isso acontece porque as bactérias destroem a estrutura do elemento de forma gradativa.

Outro risco grave do avanço da cárie através da estrutura do dente é a possibilidade das bactérias caírem na corrente sanguínea, atingindo órgãos vitais como o coração.

Como preservar a estrutura do dente?

Cuidar da saúde bucal é, na verdade, uma tarefa simples. Assim, é possível manter-se livre de doenças e com o sorriso bonito. Confira as principais dicas:

  • Escove os dentes. O ideal é fazer a limpeza após as refeições, esperando cerca de 30 minutos. Use uma escova macia e que não agrida o esmalte do dente.
  • Use fio dental. Você pode passar o fio uma vez por dia. É interessante deixar para a parte da noite, pois a boca precisa estar bem limpa durante o sono, quando o fluxo salivar é menor, favorecendo a proliferação de bactérias.
  • Visite um dentista regularmente. Consulte um especialista de forma preventiva. No consultório, o profissional faz uma limpeza profunda que remove a placa bacteriana e evita os principais problemas à estrutura do dente. O procedimento é coberto por planos odontológicos a cada seis meses.
  • Evite o excesso de doces e carboidratos. Essas substâncias são as preferidas das bactérias, que se nutrem de restos de alimentos e produzem um ácido que desmineraliza o dente.

0 comentário em “Saiba como é a estrutura do dente e como preservar essas camadas

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: