Post Principal

Quando o curativo no dente deve ser usado?

O curativo no dente é uma espécie de restauração temporária usada, principalmente, quando é preciso esperar para fazer o procedimento definitivo. Também pode acontecer de não haver tempo suficiente para o tratamento, e o dentista optar por selar o dente temporariamente. Assim, evita a exposição da cavidade a bactérias.

É importante lembrar que, como é um curativo no dente, precisa ser substituído pela restauração ou obturação permanente, pois há risco de infiltração. Portanto, você deve seguir sempre a recomendação do dentista. Contudo, não deixe de voltar ao consultório para finalizar o tratamento.

Entretanto, esse é um comportamento bastante comum. É que, ao colocar o curativo no dente, o procedimento já está praticamente finalizado. Portanto, o paciente geralmente não sente mais dores, a restauração temporária não deixa uma cavidade à mostra, e posterga-se a conclusão do procedimento.

O que é o curativo?

Esse é um selante feito à base de diferentes materiais como óxido de zinco, eugenol, cimento de ionômero de vidro, cotoflex, entre outros. Ele é colocado no dente durante tratamentos de obturação, canal e restauração que não podem ser concluídos no mesmo dia. Seja por complexidade, dor ou falta de tempo, por exemplo.

Por ser um método paliativo, ele também não é estético. Contudo, tem cor esbranquiçada e que destoa do restante da composição do dente. Portanto, precisa ser substituído por outro material.

4 situações em que um curativo no dente pode ser necessário

Como citamos, existem diversas situações que podem levar à necessidade de um curativo no dente. Entre elas estão:

  1. Se uma restauração antiga cair ou houver outra emergência e não der tempo de realizar o  procedimento completo em uma única consulta;
  2. Quando o tratamento de canal ou restauração não pode ser concluído no mesmo dia;
  3. Caso seja preciso esperar o dente se recuperar da primeira sessão;
  4. Também se usa curativo no dente se a cárie for profunda e deixar nervos e vasos expostos durante o tratamento.

Curativo é temporário e requer cuidados

Falamos mais acima que você precisa ter certos cuidados com o curativo no dente, por se tratar de um material temporário e mais frágil que uma restauração.

Sendo assim, quando for necessário usar esse recurso, evite mastigar do lado da boca que tem um dente com curativo. Assim, você previne a quebra, fazendo com que você precise procurar um dentista com urgência para não deixar o dente exposto.

Também é importante manter bons hábitos de higiene bucal. Além disso, não faça a remoção do curativo no dente em nenhuma hipótese. E, claro, não se esqueça de voltar ao dentista para finalizar o procedimento, trocando o curativo pelo material definitivo, que geralmente é uma resina composta, porcelana ou amálgama, por exemplo.

0 comentário em “Quando o curativo no dente deve ser usado?

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: