Post Principal

Mau hálito infantil é motivo para se preocupar

A saúde bucal das crianças merece atenção. Com coordenação motora ainda desenvolvimento e hábitos em formação, elas podem apresentar problemas facilmente evitados. Esse é o caso do mau hálito infantil, por exemplo.

A halitose não é exatamente um problema, mas a consequência de doenças bucais como a cárie, bastante comum nessa fase da vida. Além disso, o mau hálito infantil pode ser causado por fatores extrabucais, como é o caso de inflamações como a amigdalite.

Como é comum não conseguir identificar o próprio mau hálito, já que o nariz se acostuma com o cheiro, pais e responsáveis devem estar atentos a esse e outros sintomas de que há algo de errado com a saúde da criança. Entenda mais sobre o assunto nas linhas a seguir.

O que causa mau hálito infantil?

Assim como caso dos adultos, o mau hálito infantil é frequentemente causado por problemas bucais. A estimativa é que cerca de 90% dos diagnósticos tenham a ver com doenças como:

  • Cárie;
  • Gengivite;
  • Periodontite;
  • Acúmulo da placa bacteriana na língua (saburra);
  • Boca seca (xerostomia).

No entanto, fatores extrabucais também podem causar o mau hálito infantil. Entre os exemplos estão:

  • Inflamações como sinusite, rinite e amigdalite;
  • Problemas de estômago, como refluxo.

Todos os problemas listados, sejam bucais ou extrabucais, podem ter tratamento simples. Mas as consequências podem ser sérias caso o quadro não seja revertido rapidamente.

Mau hálito infantil ao acordar é normal

O mau hálito infantil ou em adultos costuma ser mesmo um sinal de que algo não vai bem. No entanto, acordar com gosto ou odor ruim na boca e na respiração é normal. 

É que durante o sono a produção de saliva é menor, o que leva à descamação da mucosa bucal. Nesse caso, a decomposição das bactérias libera o cheiro ruim. Além disso, passar muito tempo sem comer leva à hipoglicemia, que também pode causar mau hálito infantil.

No entanto, assim que acordar e escovar os dentes, o odor deve ser eliminado. Caso contrário, é necessário procurar um dentista para verificar a causa do mau hálito infantil persistente.

Saiba o que fazer em caso de mau hálito infantil

Algumas medidas podem ser tomadas para solucionar problemas que causam o mau hálito infantil. Veja a seguir.

Consulte um odontopediatra

O ideal é consultar um odontopediatra para ter um diagnóstico preciso e correto sobre o que está por trás da halitose. Caso necessário, o profissional vai indicar um médico ou especialista adequado para tratar o problema. Isso pode acontecer se o mau hálito infantil não tiver causas bucais, por exemplo.

Capriche na higiene bucal

Em todo caso, você pode se atentar a alguns pontos como a higiene bucal. Certifique-se de que a criança está escovando os dentes de maneira adequada. Se ainda for muito pequena, até os 6 anos, auxilie nessa tarefa sempre após as refeições e antes de dormir.

Também é importante fazer a escovação da língua. O mais adequado é usar um raspador próprio para essa função. E não se esqueça do uso do fio dental pelo menos uma vez ao dia.

Aumente a ingestão de água

O que também ajuda é a ingestão de água, evitando a boca seca. Fique atento à quantidade de líquido que a criança consome ao longo dia e considere aumentar.

Cuide da alimentação

Se o mau hálito infantil for causado pela cárie, é bom ficar atento ao que a criança come. Uma dieta rica em açúcar e carboidrato propicia a proliferação de bactérias ruins na boca, formando a placa bacteriana.

Agora, se a causa do mau hálito infantil for o baixo fluxo salivar, aumentar a ingestão de fibras pode ajudar, inclusive, na limpeza do dorso da língua. Balas e gomas sem açúcar também podem estimular a produção de saliva.

0 comentário em “Mau hálito infantil é motivo para se preocupar

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: