Post Principal

Gengivite ulcerativa necrosante: saiba o que é e como tratar

Uma doença bucal inflamatória e dolorida: assim pode ser definida a gengivite ulcerativa necrosante (GUN). De início rápido, o problema também costuma apresentar sangramento e necrose entre os dentes.

A gengivite ulcerativa necrosante também é conhecida por outros nomes como gengivite ulcerativa aguda (Guna), gengivite fusoespiroquetal, doença de Vicent e boca de trincheira.

Ela acomete mais pessoas jovens, incluindo adolescentes. Entre os fatores que facilitam o surgimento estão o tabagismo, o estresse e a má alimentação, que pode levar à desnutrição.

Conheça os sintomas da gengivite ulcerativa necrosante

Esse tipo de gengivite costuma apresentar sintomas semelhantes ao da doença mais comum, mas mais agravados. Portanto, ao menor sinal, é importante procurar um dentista para realizar o tratamento adequado. O diagnóstico geralmente é feito por meio de uma análise clínica. No entanto, podem ser recomendados outros exames.

Confira os principais sintomas de gengivite ulcerativa necrosante:

  • Inchaço e vermelhidão na gengiva;
  • Sangramento;
  • Feridas em volta do dente e em outros locais como bochechas e céu da boca;
  • Dor no local, até mesmo para falar e mastigar;
  • Gosto ruim na boca;
  • Mau hálito.

Veja tratamento e saiba se existe cura para gengivite ulcerativa necrosante

Apesar de ser uma inflamação considerada importante, a gengivite ulcerativa necrosante tem cura. Geralmente, é preciso fazer uma limpeza em consultório (profilaxia) para a remoção da placa bacteriana e do tártaro, como na gengivite comum. 

Esse procedimento é importante para remover as bactérias que causam a inflamação, facilitando o processo de cicatrização. No entanto, também é comum a prescrição de antibiótico. O que também pode ajudar nesse processo é um enxaguante bucal específico, quando receitado pelo dentista. 

Vale ressaltar que o problema pode voltar a aparecer caso o paciente não tome os devidos cuidados, como manter a higiene bucal. Além disso, fatores como desnutrição e estresse propiciam o surgimento da gengivite ulcerativa necrosante.

Outros fatores de risco também propiciam a inflamação da gengiva, como é o caso de diabetes, alterações hormonais (como na gravidez) e Aids. Portanto, o dentista precisa entender qual é o quadro clínico do paciente e identificar outros fatores que podem ser facilitadores para um novo quadro de gengivite ulcerativa necrosante.

0 comentário em “Gengivite ulcerativa necrosante: saiba o que é e como tratar

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: