Gengiva Post Principal Saúde Bucal

Dentadura fixa é opção de prótese para quem quer praticidade

Você sabia que nem sempre a prótese precisa ser do tipo removível, e que existe dentadura fixa? Assim, é possível aumentar a autoestima dos pacientes e ainda minimizar ou eliminar os desconfortos causados pelo uso da dentadura móvel.

Com o passar dos anos, as dificuldades em usar dentaduras e próteses móveis só aumentam. Alguns fatores contribuem para isso. Idosos em idade mais avançada começam a desenvolver falência muscular e ficam com a gengiva mais frágil. 

Além disso, há outro problema comum na terceira idade, que é a baixa quantidade de saliva, gerando desconforto no uso da dentadura móvel.

Com a colocação da dentadura fixa, essas dificuldades são mitigadas. Outra vantagem é que, ao contrário do que acontece com a dentadura móvel, o céu da boca do paciente fica livre, o que faz com que ele sinta mais conforto, além dos sabores dos alimentos.

No entanto, para começar a usar a dentadura fixa o paciente precisa estar bem de saúde para passar pela cirurgia de implante. Então, não é recomendado esperar que a idade avance para realizar o tratamento.

Vale observar, ainda, que há alguns fatores de risco para a colocação da dentadura fixa, como diabetes e fumo. Contudo, se doenças como hipertensão e diabetes estiverem controladas, pode ser possível realizar o procedimento. 

Como é uma dentadura fixa implantada?

O procedimento é parecido com um implante dentário, mas não é necessário ter um pino para cada dente. O mínimo necessário são quatro parafusos. Contudo, a quantidade ideal depende da avaliação do profissional que vai realizar o tratamento.

Após fazer essa colocação por meio de cirurgia e passado o período de ósseo-integração, é hora de colocar a dentadura fixa, moldada antes da cirurgia.

Se não for preciso realizar enxerto ósseo, o tempo médio que se deve esperar após a cirurgia é de 4 a 6 meses. Só então é colocada a dentadura fixa.

Já se for necessário fazer o enxerto ósseo por causa da reabsorção óssea, o cirurgião dentista vai avaliar a situação e indicar que o procedimento seja feito junto com a cirurgia para a colocação dos parafusos, ou antes. Caso seja feito previamente, o tempo total do tratamento pode praticamente dobrar.

Durante o tempo de adaptação dos pinos, o paciente continua usando uma dentadura móvel, que tende a ser mais maleável e não causar desconforto nos locais em que foi feita a cirurgia.

Dentadura fixa pode ser fabricada em diferentes materiais

O mais comum são as dentaduras fixas feitas em resina com a parte interna de metal para encaixar nos pinos colocados na cirurgia.

Esse também é o tipo de dentadura fixa que sai mais em conta. No entanto, sua durabilidade é menor, desgastando-se com mais facilidade em comparação a outros materiais.

Com aparência mais natural, tem ainda a dentadura fixa de porcelana sobre metal. Como ela não mancha e nem retém tártaro, sua durabilidade é maior.

Por fim, há a opção da dentadura fixa de porcelana com base em zircônia. Essa técnica é mais moderna e custosa. Entretanto, tem um resultado bastante natural.

%d blogueiros gostam disto: