Odontologia Post Principal Saúde Bucal

Qual a diferença entre faceta e lente de contato?

Muita gente vem procurando alternativas não invasivas para deixar o rosto mais harmônico e bonito. Entre os procedimentos que costumam ser realizados estão os ligados à estética bucal. E é aí que muita gente fica com a dúvida: qual a diferença entre faceta e lente de contato?

De fato, ambas servem para deixar o sorriso mais bonito, já que podem corrigir problemas de espaçamento e coloração dos dentes, por exemplo.

Entretanto, existem diferenças entre faceta e lente de contato como o material usado, a aplicação e, claro, a indicação.

Entenda as diferenças entre faceta e lente de contato

Basicamente, a diferença entre faceta e lente de contato é que o primeiro método consiste em uma lâmina que é colada pelo dentista em cima do dente natural e, o segundo, é uma capa que envolve todo o dente do paciente.

Dependendo do material da faceta, pode ser necessário realizar um desgaste no dente, o que é irreversível. A faceta costuma ser de porcelana ou de resina. No primeiro caso, o resultado tende a ser mais natural e duradouro. Porém, as facetas de resina costumam ser mais baratas.

No caso das lentes de contato, também pode ser necessário realizar o desgaste do dente. No entanto, o resultado de ambos os procedimentos costuma ser duradouro, podendo ultrapassar os 10 anos.

Saiba quais cuidados ter com facetas ou lentes de contato

Em comum, a faceta e a lente de contato requerem alguns cuidados. Caprichar na higiene bucal para evitar o acúmulo de sujeira entre o dente e a prótese é um dos pontos fundamentais.

Além disso, é preciso evitar alimentos duros e não roer as unhas para não danificar as próteses. Já quem tem bruxismo deve procurar tratamentos para aliviar o ranger e apertar de dentes e, claro, não realizar o procedimento sem antes esclarecer para o profissional sobre o problema.

Qual é melhor: faceta ou lente de contato?

De acordo com a Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica Estética (ISAPS), os procedimentos estéticos não invasivos cresceram 10,4% em 2018.

O acesso à informação, o barateamento de certos tratamentos e a vaidade são fatores que contribuem para esse crescimento.

No entanto, é importante lembrar que os melhores tratamentos sempre devem ser recomendados por um especialista.

Isso porque, mesmo os não invasivos como faceta e lente de contato, têm finalidades, acabamentos e resultados diferentes.

Sendo assim, na hora de escolher, é importante não só saber a diferença entre faceta e lente de contato, como também ouvir a experiência do profissional que vai te atender.

Leve em consideração informações sobre durabilidade, perspectiva de resultado final, manutenção, cuidados necessários e, claro, o valor. Assim, vai ficar mais fácil escolher o melhor tratamento para você.

Para ter uma ideia, a lente de contato costuma ser indicada em casos em que há espaço demais entre os dentes, ou quando se quer deixar os dentes mais compridos, mais largos, ou mais arredondados, por exemplo.

Já as facetas são mais indicadas para quem quer corrigir problemas um pouco mais complexos, como coloração e pequenos desalinhamentos.

%d blogueiros gostam disto: