Odontologia Post Principal Saúde Bucal

Profilaxia: entenda como funciona a limpeza em consultório

A profilaxia bucal, como é chamada a limpeza realizada em consultório, é uma maneira de prevenir as principais doenças bucais causadas, sobretudo, pela placa bacteriana.

Essa é uma limpeza mecânica, em que o dentista usa instrumentos específicos para remover não só a placa bacteriana, como também o tártaro e manchas superficiais, limpando cada um dos dentes de forma individual.

A recomendação desse procedimento é bastante abrangente, incluindo para as crianças. Geralmente, a profilaxia bucal é indicada a cada seis meses. Contudo, é importante seguir a orientação do seu dentista, pois pode ser necessário encurtar esse intervalo.

Para quem tem plano odontológico, a boa notícia é que o procedimento está no rol da Agência Nacional de Saúde (ANS) e tende a ser coberto a cada seis meses pelos planos. Sendo assim, fica mais fácil manter a saúde bucal em dia!

Mas como é feita a profilaxia bucal?

A limpeza em consultório tem algumas etapas básicas, mas sempre vai depender da avaliação e da recomendação do dentista.

Segundo Ministério da Saúde, a profilaxia inclui o polimento coronário, com a remoção da placa bacteriana de maneira mecânica. Basicamente, o dentista faz uma raspagem com um equipamento próprio. Esse procedimento é feito até uma parte interna da gengiva.

Para a remoção do tártaro, o dentista pode usar a técnica de raspagem e ainda um ultrassom para quebrar as placas de tártaro acumuladas na superfície dos dentes.

O que também ajuda a eliminar o tártaro e a placa bacteriana é um jato de bicarbonato aplicado pelo dentista.

Além disso, é feito o polimento. Ao deixar os dentes mais lisos, o procedimento impede a formação da placa bacteriana e do tártaro, além de deixar os dentes mais bonitos e claros.

O dentista pode ainda julgar necessário fazer uma escovação ou usar fio dental no paciente para potencializar a profilaxia bucal.

Por fim, o dentista pode aplicar flúor para prevenir o surgimento de cáries e fortalecer os dentes por meio do cálcio.

Limpeza dentária em consultório dói?

No geral, a profilaxia bucal tende a causar incômodo, principalmente quando o dentista vai limpar a parte interna da gengiva. Pode haver, inclusive, sangramento. 

Porém, se o paciente estiver com a boca saudável, esse incômodo costuma ser suportável. Agora, para quem está com alguma sensibilidade, como a causada pela gengivite, a profilaxia dental pode causar dor.

%d blogueiros gostam disto: