Saúde Bucal

Higiene bucal ajuda a prevenir complicações do coronavírus

A Covid-19 é uma doença que causa infecção respiratória e pode levar à morte. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), aproximadamente 20% do infectados apresentam uma das principais complicações do coronavírus, que é a falta de ar em decorrência dos danos causados ao pulmão do paciente.

Os números são alarmantes, já que a doença foi detectada em mais de 6 milhões de pessoas em todo o mundo desde a sua descoberta, em dezembro de 2019. Desse total, são mais de 500 mil casos só no Brasil, o segundo país com mais pessoas afetadas no mundo.

Para que uma pessoa seja infectada, o vírus precisa ter acesso a uma das portas de entrada, que podem ser os olhos, o nariz e a boca. 

Sendo assim, cuidar da higiene bucal pode ajudar na prevenção do vírus, de acordo com o Sistema Conselhos de Odontologia e, além disso, evitar complicações do coronavírus em pessoas infectadas. 

Pessoas já infectadas podem evitar complicações do coronavírus com higiene bucal

Ainda segundo a entidade citada, pacientes infectados podem evitar complicações do coronavírus a partir de uma boa higiene bucal, que visa eliminar bactérias ruins.

Já é sabido, a partir de pesquisas e estudos, que a higiene bucal correta é eficaz para prevenir diversas doenças que vão muito além da boca, além de evitar que elas se agravem. Esse é o caso de doenças cardiovasculares e diabetes, por exemplo.

No caso da Covid-19, a higiene bucal ajuda a prevenir complicações do coronavírus no pulmão, evitando que a infeção piore não só nesse órgão, como também no coração.

Como cuidar da higiene bucal durante a pandemia?

Para evitar a contaminação ou até mesmo prevenir complicações do coronavírus, uma das recomendações é higienizar as mãos antes de começar a limpeza da boca.

Então, deve-se manter aqueles hábitos de higiene bucal que já falamos aqui no blog, como escovar os dentes após as refeições e antes de dormir, usar fio dental pelo menos uma vez por dia, higienizar a língua e, se necessário, buscar ajuda de um dentista para diagnosticar e tratar possíveis problemas.

Outro ponto importante é a troca da escova de dente. O ideal é que isso seja feito a cada três meses, ou quando as cerdas apresentarem deformação ou desgaste.

Contudo, caso uma pessoa tenha contraído o vírus, a escova deve ser trocada assim que ele melhorar.

0 comentário em “Higiene bucal ajuda a prevenir complicações do coronavírus

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: