Gengiva Post Principal Saúde Bucal

Sorriso gengival: o que é e como tratar

É chamado de sorriso gengival a condição em que a coroa do dente tem mais de 25% da sua superfície coberta pela gengiva. Ou seja, quando a pessoa sorri e dá para ver uma grande quantidade da gengiva.

Essa condição pode levar à falsa sensação de que a pessoa tem dentes pequenos, já que boa parte da coroa está coberta pela gengiva.

De acordo com a Faculdade de Odontologia da Universidade de São Paulo (Fousp), o sorriso gengival é notado em cerca de 10% da população que tem entre 20 e 30 anos. Contudo, tende a acometer mais as mulheres.

Sorriso gengival traz problemas à saúde bucal?

Um sorriso gengival pode, sim, trazer problemas à saúde bucal dos pacientes. Mas sua incidência não é muito grande.

Isso porque a quantidade de maior de gengiva exposta pode levar ao ressecamento dessa área mole, aumentando a probabilidade de infecções, como a gengivite.

Entretanto, é mais comum o sorriso gengival afetar a autoestima e a segurança do paciente, levando muita gente ao consultório em busca de soluções estéticas para eliminar parte da gengiva.

Como corrigir o sorriso gengival e ter um sorriso perfeito?

Hoje em dia, existem diferentes métodos para corrigir o sorriso gengival. A escolha da melhor opção vai depender da avaliação do dentista sobre o quadro do paciente.

O sorriso gengival pode ser formado por diferentes fatores. Geralmente, é apenas uma questão genética e de fácil resolução.

Contudo, pode ser resultado do uso de medicações, da hiperatividade de músculos, de hipertrofia gengival causada por aparelho ortodôntico, ou do crescimento de ossos maxilares e ainda a erupção passiva alterada (ERA).

Para se conseguir um sorriso perfeito, o dentista pode ainda recomendar a combinação com outros procedimentos como o uso do aparelho ortodôntico, facetas, lentes de contato e até mesmo o clareamento dental.

Caso você tenha um plano odontológico, consulte a cobertura desses procedimentos. Na W.Dental por exemplo, todos os planos incluem o clareamento caseiro.

Entre os procedimentos que podem ser recomendados pelo dentista para corrigir o sorriso gengival estão a gengivoplastia e a aplicação de botox. Conheça os métodos a seguir.

Gengivoplastia é solução comum para corrigir sorriso gengival

Entre os métodos mais comuns para resolver um sorriso gengival está a gengivoplastia. Esse é um procedimento cirúrgico estético que visa retirar parte da gengiva que está por cima da coroa do dente, redesenhado seu contorno.

O resultado é logo visível. Embora seja cirúrgico, o procedimento é realizado em consultório com anestesia local.

Aplicação de botox é alternativa menos invasiva

Para quem quer uma opção menos invasiva, a aplicação de toxina botulínica pode ser uma boa solução para o sorriso gengival. 

No geral, ela atende bem casos de pacientes que têm a coroa do dente à mostra em uma quantidade satisfatória. Isso porque o procedimento não vai interferir nesse aspecto.

Basicamente, o botox é aplicado para paralisar a musculatura que fica perto da região bucal. Dessa maneira, o paciente não consegue levantar tanto o lábio superior, deixando menos gengiva à mostra.

Contudo, vale destacar que a toxina botulínica é absorvida pelo corpo e requer reaplicações entre 3 e 6 meses para manter o resultado.

Gengivectomia é mais uma opção cirúrgica

Para quem quer remover o excesso da gengiva, outra opção cirúrgica é a gengivectomia. Ela costuma ser indicada em casos de hipertrofia gengival, por exemplo.

O procedimento é realizado em consultório, com anestesia local, e é relativamente simples, bem parecido com a gengivoplastia.

Com um bisturi, o profissional remove o excesso da gengiva e faz o contorno de maneira harmônica ao sorriso do paciente.

Ela é bem parecida com a gengivoplastia, mas costuma ser recomendada em casos em que há a necessidade de fazer alguma reparação para resolver problemas bucais, como a periodontite.

%d blogueiros gostam disto: